Day one hundred and seventy-seven – Dia cento e setenta e sete

Levando tudo em consideração, o transporte foi um sucesso

All things considered, a successful transport

Ajude a montar de novo

“Help put it back together”

 

Advertisements

Dia cento e setenta e quatro

A seguir, eu tentei enrolar o porta-quebra-cabeças e movê-lo para a sala. Isso teve resultados mistos.

Melhor tentativa

Melhor tentativa

Aprendi algumas lições com o porta-quebra-cabeças. O truque é garantir que haja sempre uma camada de pano pressionando firmemente sobre as peças. Se a parte de trás começa a soltar enquanto desenrola, já era. Eu achei o processo mais fácil no chão, onde eu consegui segurar ambas as pontas e seguir em frente. Dito isto, é horrível para os joelhos. Fiz várias tentativas para enrolar de volta depois de abrir, porque as peças no meio insistiam em levantar de um modo assustador (acho que foi culpa do tapete). Minhas pernas ainda estavam doendo no dia seguinte.

Não tão bom

Não tão bom

Day one hundred and seventy-four

Next I tried to roll up the carrier and move the puzzle the living room. This had mixed results.

Best attempt

Best attempt

I learned a few lessons with the carrier. The trick is to make sure there is always a layer of cloth pressing firmly on the pieces. If the back starts flapping while unrolling, you’re doomed. I found it easier to deal with it on the floor, where I could reach both sides by myself and move along with it. That said, it’s murder on the knees. It took me a lot of tries to roll it back up, because the pieces kept raising alarmingly (I think this was the carpet’s fault). My legs were still protesting the next day.

Not so good

Not so good

Dia cento e setenta

Conseguir que a Grow respondesse foi uma pequena saga. Primeiro eu usei o formulário de contato. Nada, nem mesmo uma resposta automática. Aí eu enviei email para o SAC e recebi uma resposta pedindo mais informações, que eu mandei. Então, nada de novo, o que me levou a reenviar a resposta e pedir confirmação. Silêncio. Então eu liguei para eles e a senhora que atendeu leu a primeira mensagem, do formulário de contato, para garantir que estávamos falando da mesma coisa, e me disse que estava encaminhando o pedido e as peças chegariam de 10 a 15 dias úteis, se disponíveis.

A moral da história é telefonar primeiro, mesmo se for longa distância. Teria me poupado uma semana.

13 dias úteis depois, quando eu estava começando a entreter fantasias de comprar uma cópia do quebra-cabeça para procurar pelas duas peças – “é realmente tão louco depois de ter mandado fazer uma mesa nova?” eu me perguntei – um envelope chegou.

Finalmente!

Finalmente!

Uma carta dentro avisava que as peças podiam não ser da forma ou cor exatas, porque não são do mesmo lote. De fato isso é bem óbvio com a peça do céu, olhando de perto.

Não dá para notar de longe, então tudo bem.

Não dá para notar de longe, então tudo bem.

A obra completa

A obra completa

Day one hundred and seventy

Getting the manufacturer to reply was a bit of a saga in itself. First I used their contact form. Nothing, not even and automated reply. Then I emailed their Customer Service and got a reply asking for more info, which I sent. Then nothing, which prompted me to resend it and ask for confirmation. Silence. So I called them and the lady who answered read me my first message, from the contact form, to check that we were talking about the same thing, and told me she was forwarding my request and I’d get the pieces within 10 to 15 business days, if available.

The moral of the story is to call first even if it’s a long distance call.  It’d have saved me a week.

13 business days later, just when I was beginning to entertain wild fantasies of buying a copy of the puzzle to look for two pieces — “is it really that crazy after having a custom table built?” I asked myself — an envelope arrived.

Finally!

Finally!

A letter inside warned that pieces may not be the exact shape or color because they aren’t from the same batch. Indeed that was most noticeable with the sky piece, if one looks close enough.

One can't really tell from a distance, so that's ok.

One can’t really tell from a distance, so that’s ok.

The completed work

The completed work